voltar para a página Revistas      ir para  - artigo anterior

 

 

Joel Rennó Jr. - Que chique hein Isabel?

Mas o homem dos sonhos existe sim rsrsrsrs Parabéns Isabel! Você merece isso e muito mais ainda!!!

Nabil Ghorayeb - Orra meu !!!! que artigo marravvilhoso

Francisco Pacca - Parabéns Isabel!!! Um beijão!!!

Marcello Pedreira – aplausos

Meire Yamaguchi - kkkk Adorei! "Fui" kkk falou tudo!

Susana Campanha - Aiiii....que demais...adorando seus artigos na magazine!!!!Kkkkkk - Adorei....conselho que elas não querem ouvir - Na lata!!!!

Carmen Victor Pinto Parabéns Isabel.!!!
Brilhante Artigo.  Bjo. Adorei este artigo Pai D'egua.!!!

José Eduardo Pereira Lima Tá que tá, hein? Parabéns

Paulo Jatene Ótimo Isabel

Vera Krausz Muito bom Isabel, parabéns.

Luiz Fernando Walter de Almeida aplausos

José Carlos Riechelmann aplausos

Flavia Fairbanks parabéns, Isabel!

Nanete Machado UAU 👏🏻 👏🏻👏🏻👏🏻🔝Parabéns Flor

 

 

 

O Homem dos Seus Sonhos...

Só que não!
 

O sujeito vai se chegando, se insinuando, descobre tudo o que você mais gosta e usa tudo isso, como se fosse assim... hum... por acaso, usa tudo isso para se tornar irresistível, aos seus olhos.
 

Você começa a acreditar que achou o verdadeiro amor. Afinal, ele é lindo, bem vestido, extra chique, tudo Armani... Além disso, como é culto! E como é delicado, gentil... Como pode – você pensa – existir um gato assim tão perfeito? Tudo o que você sonhava... E ainda, para completar, curte as mesmas coisas que você, gosta das mesmas músicas, leu os mesmos livros, viu os mesmos filmes... E a cada encontro, a cada postagem no Facebook, a cada mensagem, você delira de felicidade... É a sua alma gêmea!

Um dia, ele te chama no meio da noite: “Desculpe ligar a essa hora, meu bem, mas eu não podia esperar para dizer a você que passei o dia pensando no amor, no que é afinal o amor, e conclui que eu te amo, é você a mulher que eu amo”.

Poucas mulheres resistiriam, hein? E por que você haveria de resistir?

Antes, porém, de acreditar, verifique:
1. Alguma vez ele discordou de alguma ideia ou posição sua?
2. Ele gostou de algum filme que você não gostou ou vice-versa?
3. Reclamou de alguma roupa que você vestiu? Que estava curto, ou comprido demais, justo ou largo demais?
4. Vai votar num candidato diferente do seu, nas próximas eleições?

Se você respondeu “não” a essas quatro perguntinhas simples, por mais envolvida e apaixonada que você julgue estar, faça um esforço e apele para a sua racionalidade, ou o que tiver sobrado dela.

Quer saber? Caia fora antes que você se apaixone mesmo e se dê mal. Sim, porque esse modelito de “homem perfeito”, aquele que gosta de tudo o que você gosta, que gosta de tudo o que você pensa, que gosta de tudo o que você faz, que concorda com todas as suas opiniões em todas as matérias, da arte à política, esse homem é apenas uma farsa.

Ele te chama no Whats App para dizer que “estava louco para ouvir a sua voz”, mas o que ele quer é o prazer que só encontra em seduzir todas as mulheres que estão por perto. Para tanto, leu o Manual do Don Juan.

Nunca, mas nunca mesmo, ele vai além disso. Nada de te levar para jantar e depois motel. Ele pode até te levar para jantar, mas será justo no dia em que ele terá um importantíssimo compromisso amanhã cedo. O negócio dele é massagem no próprio ego. Ele a-do-ra perceber que conquistou mais uma trouxa. Ou seja: você.

Esses são homens egocêntricos, frequentemente imaturos e invariavelmente ruins de cama. Não entre na deles, corte qualquer paixão, que começar a sentir por um gatuno desses, pela raiz. Mesmo que precise tomar um antidepressivo para conseguir. Mas caia fora o mais depressa possível. A conversa dele é só mentira. E nunca vai além da conversa.

Você será, para sempre, “A mulher da vida dele” ou o “Amor secreto” ou o “Amor impossível”. Secreto e impossível porque ele já tem família e filhos e uma mulher gorducha, já que só ele só faz sexo por alívio e muito de vez em quando...

Eu sei, eu sei que, apaixonada, é difícil você embarcar nesses meus conselhos. Eu sei, eu sei, que você deve estar agora me odiando com todas as suas forças. Então, aproveite, pegue essas suas forças, vá ao psiquiatra, ao psicólogo, à Igreja ou a casa de algum melhor amigo, ou amigo, que você tiver. E pergunte. Explique. Cheque com quem quer que seja se eu tenho ou não razão em dizer tudo isso a você.

Por fim, sabe por que estou dizendo? Porque o ruim de cama já é uma praga na vida de qualquer mulher sadia, mas ruim de cama e Don Juan ao mesmo tempo, aí é o desastre completo. Fui.


 

Isabel Fomm de Vasconcellos é jornalista, escritora e apresentadora de TV.
isabel@isabelvasconcellos.com.br