voltar para a página-site do escritor Osmar     voltar para a página principal

 

Mulher verdadeira!

por Osmar A Marques

 

Picasso, 1903, La Vie (Fase Azul)

 

 

Ah Mulher... Apenas homenagem de um dia?

É pura, completa e dura heresia,

Para quem durante toda a vida

Tem que batalhar uma enorme lida...

 

Conta e sonha o poeta em formosas rimas

Com mulheres perfumadas, gostosas e cheirosas

Comparadas a fragrâncias de cravos, canelas e rosas

Dádivas da natureza - verdadeiras obras primas.

 

Mulheres porém! De grande alma e sabedoria,

Não se deixam iludir com soluções de hipocrisia

Nem com silicones e maquiagens em excesso,

Porque sabem que isto é futilidade e retrocesso.

 

A você, mulher atuante e verdadeira,

Que “desce do salto” para admirar do alto,

Que abandona a soberba para dar um grande salto,

Do planeta, da França, Brasil, Argentina e de Minas,

As honras a toda batalhadora e trabalhadeira,

Devem ser dadas no oito de março e a vida inteira...