voltar para a página-site da doutora Angelita

 

Conheça a ABRAPRECI e descubra:
Você está no Grupo 1?
 

Pela classificação da OMS (Organização Mundial da Saúde) tudo o que entra no Grupo 1 para risco de câncer são alimentos, substâncias ou hábitos que comprovadamente, por estudos científicos sérios, causam câncer.

Natureza Morta Luiz Melendes 1716-1780

 

 

                     

 

Diretoria 2015 – 2017

 

 

  • Drª. Angelita Habr-Gama - Presidente

  • Dr. Benedito Rossi - Vice-presidente

  • Dr. Flávio Steinwurz - 1º Secretário

  • Dr. Paulo Maurício C. Bruno - 2º Secretário

  • Dr. Mounib Tacla - 1ª Tesoureiro

  • Dr. Joaquim Simões - 2º Tesoureiro

 


 No Grupo 1 estão, por exemplo, o tabaco, a radiação solar, o amianto... Então se você fuma, se toma sol demais sem proteção (é sempre bom lembrar que sol, nos horários menos nocivos, pode e deve ser tomado sem proteção, por cerca de 15 minutos, para facilitar a síntese da vitamina D) e agora sabemos, se consome 50 gramas ou mais de embutidos ao dia, você está sim no Grupo 1 para risco de câncer.

No final de outubro de 2015, a IARC (Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer) anunciou que seus pesquisadores encontram evidências científicas suficientes para afirmar que o consumo de carne processada (traduzindo: bacon, salsicha, linguiça e salame e similares) à razão de 50 gramas ao dia, aumenta em 18% o risco do câncer colorretal.

Para evitar o câncer é importante diminuir essas gorduras nocivas, enriquecer a nossa alimentação com frutas e verduras e evitar sobretudo os conservantes. Menos aditivos. Menos corantes. A anilina, no intestino grosso, ajuda a incrementar substâncias que já são promotoras do câncer, substâncias carcinogênicas que, em contato com a parede do intestino, favorecem o aparecimento da doença em quem já possui a predisposição.

Comum é pensar que o cigarro causa apenas o câncer de pulmão, ele favorece também o aparecimento de outros cânceres, como o do aparelho digestivo, do reto, da bexiga, do intestino.

O Câncer colorretal é curável e evitável:
No início mais de 90%
Mais avançado 40%
Muito avançado 20% ou incurável
 

É muito importante que se crie a consciência, em todos, da necessidade do exame preventivo, seja uma simples pesquisa de sangue oculto nas fezes, um toque retal que pode diagnosticar o câncer do reto e até a colonoscopia.

Pensando nisso, foi fundada a ABRAPRECI e a Dra. Angelita, sua presidente, foi uma das fundadoras.
É uma Sociedade Civil, filantrópica, cultural e educacional, sem fins lucrativos que atua por meio de projetos voltados a prevenção do câncer de intestino, cooperando com instituições públicas ou particulares.
finalidades
• Produzir e divulgar material educativo, esclarecendo a população sobre os fatores de risco, prevenção, detecção e tratamento do câncer de intestino;
• Promover eventos e campanhas publicitárias, inclusive com recursos da mídia escrita e falada, que possam atrair suporte logístico e financeiro, para desenvolver programas que objetivem a detecção precoce do câncer de intestino;
• Atuar junto à iniciativa privada e órgãos públicos , no sentido de orientar e viabilizar os programas de detecção;
• Manter intercâmbio com entidades, nacionais e internacionais, que atuam na área especifica de câncer de intestino, ou em outras correlacionadas, ou ainda que objetivem a melhoria da qualidade de vida e da saúde da população;
• Promover reuniões, conferências e fóruns que objetivem estabelecer normas e diretrizes para detecção e tratamento do câncer de intestino.