voltar para a página-site do escritor Ronaldo Alvan

 

 

Procura-se por Ronaldo Alvan de Vasconcellos

 

 

(René Magritte, 1964, Amigo da Ordem)

 

 

 

Se você encontrar alguém conversando sobre política pode estar certa que não é ele. Humor e política não andam mais de braços dados.

 

 

Perdi meu humor. Na ocasião trajava uma calça velha já incolor de tão desbotada, camisa rasgada e botas de cano longo furadas na sola e nos lados.

Mas que isto não sirva de indicação se você se dispuser a procurá-lo. No seu desaparecimento levou consigo uma mala cheia de pertences, e é provável que, em suas andanças, já tenha trocado suas vestes.

Pela aparência não é fácil localizá-lo. Mestre inato da mímica e expert em maquilagem, pode ter se transformado do velho quarentão num guapo jovem de 21 anos.

Talvez que se o reconheça por aquela marca no queixo, produto de uma desavença com um colega quando se pôs a improvisar trocadilhos.

Pelo seu modo do andar, duvido que o reconheça. Sofrendo desde muito jovem de uma labirintite aguda, facilmente perde a noção do rumo. Ora caminha para a direita, ora para a esquerda.

Não tente localizá-lo pelos seus hábitos. São muito inconstantes. Nem tampouco pela sua situação financeira.

Seu status muda com a situação e tanto pode ser visto no grand monde quanto na escola de samba. Dificilmente, porém, desfilando na avenida. Ê introvertido, a menos quando bebe, e apesar da sua inconstância, duvido que beba, pois só bebe para comemorar, e, como sua única coerência é ser coerente, não vejo nenhuma razão para que ele comemore alguma coisa.

Se você encontrar alguém conversando sobre política pode estar certa que não é ele. Humor e política não andam mais de braços dados.

Sobre futebol também já não fala, desde que expulsaram de campo aquele atacante que só queria desabafar sua alegria junto a massa torcedora.

Sobre mulheres é possível que você ainda o encontre falando. Mas sobre as mulheres de ontem, que já não as fazem mais como antigamente.

Talvez você o encontre dançando rock, se o rock for aquele que deu origem ao outro falsificado de hoje.

Pode ser até que você consiga encontrá-lo numa igreja, mas nunca ajoelhado.
É possível que esteja repassando na mente todas aquelas anedotas de padre que ele desfilou pelos caminhos da vida.

Perdi meu humor, o agradeço a quem encontrá-lo. Sou capaz até de gratificar. Com um talão inteiro de cupons do depósito restituível do Governo Brasileiro.
HA HA HA HA HA HA HA.

Abraços
Alvan
Salvador, 03 do maio de 1977.

 

Evaldice Maria Ruck Cassiano Bom dia !! Adorei o texto.